PT
Europe
Austria DE
Belgium NL | FR
Denmark DA
France FR
Germany DE
Italy IT
Luxembourg DE | FR
Netherlands NL
Portugal PT
Spain ES
Sweden SV
Switzerland DE | FR
United Kingdom EN-UK
North America
United States EN
International
English Version EN
 

Prevenir a trombose do viajante – Boa viagem com meias de viagem Juzo

Hotéis de sonho, lugares impressionantes, boa comida, encontros cheios de interesse – é o que se ouve frequentemente quando os viajantes falam sobre as suas férias ou a sua viagem de negócios. Mas da chegada e da partida só raramente se ouve falar. Das multidões ou dos engarrafamentos, das longas esperas, dos apertos, do stress e das dores nas pernas. Se o seu destino é longínquo, quer viaje de avião, de carro, de comboio ou de autocarro, o corpo reage frequentemente com sinais de aviso. Informe-se sobre como pode prevenir riscos para a sua saúde, como a trombose do viajante! Temos para si muitas informações e conselhos práticos, que podem tornar mais fáceis os seus voos e as viagens mais longas e demoradas – em férias ou em negócios.

O prazer de viajar – Cada vez mais tempo, cada vez mais longe

Os viajantes sentem-se atraídos pelo mundo distante. Mas os países vizinhos também são muito populares.

Atualmente tornou-se completamente normal ir de férias para os EUA, o México ou Cuba, para a Tailândia, Bali ou Hong Kong – ou apenas ir às compras ao Dubai.

Porém, quem viaja em negócios, também desenvolve obviamente a sua atividade na China, na América do Sul ou na Índia. Mas o prazer de viajar no seio da Europa não pára. Boas ligações de transportes e estruturas locais conhecidas facilitam as viagens aos países vizinhos – seja por mar, pelas montanhas ou a uma das fascinantes metrópoles europeias.

Mas isso será bom para a nossa saúde? No início ninguém pensa nas doenças graves, como a trombose do viajante.

Ícone informativo - Autocarro

Muitos milhões de passageiros

Além do avião, do carro e do comboio, o autocarro de longo curso desempenha um papel cada vez mais importante. 

Muitos milhões de passageiros utilizam esta forma acessível e flexível de viajar para chegarem aos seus destinos em toda a Europa. Atualmente, as maiores empresas estabelecem já a ligação entre 1400 cidades, em 27 países – e quase todos os dias esse número cresce.

Mãe e filha anseiam pelas férias

A frustração de viajar – O lado negro de muitas viagens de sonho

Voos e viagens prolongadas: tornam as viagens cansativas e podem mesmo pôr a saúde em risco.

Destino de sonho – bonito e bom, mas a viagem pode ser uma verdadeira tortura. Principalmente quando o tempo de viagem é de várias horas e a reduzida distância entre os bancos não deixa espaço suficiente para esticar adequadamente as pernas. Estar muito tempo sentado com as pernas em ângulo, não só sujeita a paciência a um exigente teste de esforço, como também constitui um risco para a saúde, como a trombose do viajante. Especialmente no avião, com a baixa pressão e o ar seco na cabina, a falta de exercício pode causar problemas. Porque o sangue, nestas circunstâncias, estagna mais rapidamente do que no solo.

Ícone - Ponto de exclamação
Sinal de alarme para a trombose do viajante: sensação de pernas pesadas

À medida que o tempo de viagem vai aumentado, o seu corpo faz soar o alarme e o primeiro sinal é a sensação de pernas pesadas. Neste caso, pode haver uma retenção de líquidos, a qual impede o refluxo sanguíneo pela pressão que exerce sobre os tecidos. Em casos extremos, forma-se um coágulo sanguíneo, que entope os vasos – ocorre a chamada trombose do viajante, também designada por "síndroma da classe económica". E o que é traiçoeiro neste caso é que: Os sintomas geralmente só se manifestam quando a viagem já terminou há algum tempo – dias ou mesmo semanas mais tarde.

Mulher calça as suas meias de descanso de viagem

Trombose do viajante – Como é que acontece?

No cinema a bordo está a passar um filme emocionante, as bebidas e comidas são servidas no lugar – o que faz com que os viajantes muitas vezes permaneçam imóveis durante horas, sem que se dêem conta disso. Quando isso acontece, pode haver retenção de líquidos nas pernas, o que impede o refluxo sanguíneo devido à pressão que exerce sobre os tecidos. Em casos mais raros, forma-se um coágulo sanguíneo na parede de uma veia, o qual entope os vasos – é o chamado trombo. Se este coágulo sanguíneo se dissolver, pode migrar até aos pulmões, desencadear uma embolia e provocar graves danos nesse órgão.

O que é que acontece nas pernas no caso de uma trombose do viajante?

As veias das pernas têm de bombear o sangue desde o ponto mais profundo do corpo de volta ao coração, contra a gravidade, 24 horas por dia, durante uma vida inteira. A bomba músculo-venosa dos músculos da perna – também designada por bomba muscular da perna – tem a função mais importante no retorno do sangue. O movimento das pernas provoca tensão nos músculos da perna abaixo do joelho, funcionando então como uma bomba natural que transporta o sangue venoso das pernas de volta para o coração. Se esta bomba, devido ao facto de estar sentado/a no avião, no autocarro ou no automóvel durante um longo período de tempo, for, por assim dizer, "retirada de serviço", pode acontecer que o sangue venoso se acumule nas veias e continue a fluir, mas mais lentamente. Este bloqueio da pressão de retorno do sangue é sentido passado algum tempo, sob a forma de pernas "pesadas" ou "dormentes".

Ícone informativo
Quanto mais longa for a viagem, maior é o risco de uma trombose do viajante

O professor Karlheinz Peter, cardiologista e vice-diretor do Baker IDI Research Institute, em Melbourne, na Austrália, alerta para os perigos da trombose do viajante: "Qualquer voo com mais de quatro horas já é um risco. No entanto, os voos mais problemáticos são os que demoram mais de doze horas."

Mulher sentada em autocarro com meias de viagem.

Trombose do viajante – Sintomas e aquilo a que deve estar atento/a

Há que dar atenção a estes sintomas

Os sintomas de uma trombose do viajante podem ser múltiplos e também não têm de se manifestar todos de uma vez. Por isso, nem sempre é fácil reconhecê-los como tal. Preste atenção aos seguintes sinais de aviso nas suas pernas – mesmo que o seu voo ou a sua viagem já tenham terminado há algum tempo:

  • Inchaços
  • Dores de esforço, em especial ao caminhar, ou quando está de pé ou sentado
  • Descoloração e brilho da pele (avermelhada ou azulada)
  • Sensação de tensão
  • Aquecimento da extremidade afetada
  • Veias que se tornam subitamente visíveis à superfície (p. ex., uma "veia de alerta" na região da tíbia)

Quando se forma um trombo nas veias superficiais, em geral este está associado a uma inflamação. Um sintoma de uma trombose venosa superficial pode ser um endurecimento ou vermelhidão da área afetada. Adicionalmente podem ocorrer dores à pressão. Em caso de suspeita de trombose, consulte o médico!

Quem é particularmente afetado?

Os idosos, as pessoas com excesso de peso e as grávidas pertencem aos grupos de risco de trombose do viajante. Os viajantes que já sofreram de trombose, assim como os doentes venosos, com varizes, por exemplo, são igualmente afetados.

Ícone - Ponto de exclamação
Fatores de risco para uma trombose do viajante
  • Já ter tido uma trombose
  • Existir tendência para trombose na família
  • Estar imóvel (p. ex. devido a ter uma perna engessada ou ter sido recentemente submetido a uma operação)
  • Devido a falta de mobilidade (p. ex., longo tempo sentado ou de pé)

Prevenir a trombose do viajante – A terapia ótima com compressão

Alívio em voos longos e viagens demoradas

Para aqueles que passam muito tempo em viagens, recomendamos meias de descanso de viagem. Aliviam as veias, conseguem prevenir a retenção de líquidos e assim evitar uma trombose do viajante. As meias de compressão e de descanso da Juzo convencem, graças a um ajuste perfeito e a um melhor conforto durante o uso. Irá sentir de imediato o seu efeito benéfico! Há mais de 100 anos que a Juzo é especialista neste sector. Graças a todos estes anos de experiência e em estreita colaboração com profissionais médicos e terapeutas, a Juzo desenvolveu uma gama de meias de descanso e compressão que não deixa nada a desejar. A vasta coleção da Juzo abrange desde as meias transparentes até às completamente opacas e desde as meias pelo joelho até aos collants. 

Mulher sentada em mala de viagem com meias de descanso de viagem

Meias de compressão ou meias de descanso  – Qual a diferença?

As meias de descanso ...

... à primeira vista parecem as meias finas, que são normalmente comercializadas. Este tipo de meias descansa as pernas graças a uma compressão muito ligeira, sendo por isso as mais adequadas para viajantes com pernas saudáveis e que não sofrem de doenças venosas.

As meias de descanso Juzo Light Line, graças ao seu brilho sedoso e elegante transparência, são a solução ideal para as mulheres que se preocupam com a moda – mesmo com a roupa do escritório. Modelam as pernas, massajam o tecido conjuntivo e ajudam a uma boa circulação venosa.

O modelo com algodão contém uma elevada percentagem desta fibra natural, sendo por isso especialmente macio e confortável de usar.



As meias de compressão ...

... são utilizadas diariamente e com efeito medicinal na terapia de compressão das pernas. Têm um padrão de pressão definido, que reduz a retenção de líquidos nas pernas e melhora o fluxo sanguíneo para o coração. São utilizadas nas doenças venosas e dividem-se por classes de compressão. A malha das meias de compressão é fina e delicada. A gama Juzo inclui muitas características individuais e cores modernas, que podem ser perfeitamente combinadas com qualquer estilo de roupa.

As meias de compressão medicinais Juzo Soft, graças à sua malha de microfibra especialmente fina, permitem a passagem ideal da humidade – mesmo nas condições climáticas especiais do destino da sua viagem. Nos modelos desportivos, a marcante estrutura nervurada não só cria uma aparência especial, como também proporciona uma sensação de leveza e suavidade durante o uso. Especialmente concebidas para pessoas ativas, graças à estrutura da sua malha resistente ao desgaste, é adequada para viagens de aventura, para a prática de desporto e para as atividades ao ar livre.

Primeiro vestir, depois verificar – Meias de viagem para ele e para ela

Se pretende um produto confiável, durável, personalizado ou moderno – na Juzo todos encontram as suas meias favoritas. Estas linhas de produtos são especialmente adequadas para as viagens:

Juzo Soft

As meias de compressão medicinais Juzo Soft, graças à sua malha de microfibra especialmente fina, permitem a passagem ideal da humidade – mesmo nas condições climáticas especiais do destino da sua viagem. Asseguram assim na pele uma temperatura agradável e uma sensação de suavidade. Juzo Soft alia o requinte da moda ao máximo conforto durante o uso. A companhia ideal para as viagens e no dia-a-dia. 

Juzo Soft Rib

A marcante estrutura estriada determina o aspeto especial da Juzo Soft Rib. As meias de compressão transmitem uma notável sensação de leveza e suavidade. Graças às suas excelentes características de utilização, Soft Rib é a meia abaixo do joelho, especialmente preferida para as viagens de férias e de negócios, para o desporto e a vida profissional.

Juzo Dynamic Cotton Rib

Esta meia de compressão é a ideal para as necessidades das pessoas ativas. Graças ao seu aspeto atraente, estrutura estável, resistência ao desgaste e malha opaca, Juzo Dynamic Cotton Rib é a opção para viagens de aventura e para atividades ao ar livre e desportivas. Além disso, graças à sua elevada percentagem de algodão, é particularmente suave para a pele.

Juzo Light Line

As meias de descanso com baixo efeito compressivo, graças ao seu brilho sedoso e elegante transparência, são a solução ideal para as mulheres que se preocupam com a moda. Juzo Light Line modela as pernas, massaja o tecido conjuntivo e ajuda a uma boa circulação venosa – mantendo desse modo a boa forma das pernas. 

Juzo Light Line com algodão

As meias de descanso para homem e mulher contêm uma elevada percentagem desta fibra natural, sendo por isso especialmente macias e confortáveis de usar. Descongestionam consideravelmente as pernas, ativam a musculatura das pernas e, graças ao seu efeito ligeiramente compressivo, estimulam a atividade das veias. Isso faz delas as companheiras ideais para viajar, mas também para trabalhar, para o lazer e para o desporto.

Como posso prevenir uma trombose do viajante? Conselhos para a viagem

Assim, reduz o risco de trombose:

Antes da viagem

  • Se pertence a um dos grupos de risco, fale da viagem com o seu médico de família.
  • As meias de viagem podem ser uma ajuda preciosa. Deixe que o comércio médico especializado o/a aconselhe!

Durante a viagem

  • Use roupa confortável que não aperte.
  • Levante-se regularmente e estique as pernas.
  • Faça exercícios de ginástica com as pernas.
  • Se tiver apoios de pés – use-os.
  • Não cruze as pernas.
  • Beba muita água para não desidratar.
  • Evite bebidas alcoólicas, tabaco e demasiado café.
  • Cuidado com os comprimidos para dormir. Durante o sono, os movimentos são demasiado escassos.

Após a viagem

  • Se depois da viagem – mesmo algumas semanas mais tarde – sentir as pernas inchadas, dores inesperadas ou falta de ar, vá imediatamente ao médico.


Ícone informativo - Escolha do assento
O nosso conselho para as viagens de avião, comboio e autocarro 

Assim, encontrará lugares com mais espaço para as pernas:  A maior parte das companhias aéreas também dispõe de lugares com mais espaço para as pernas. Têm pelo menos mais dez centímetros de espaço extra. Alguns destes lugares encontram-se junto das saídas de emergência. Encontrará a sua localização exata no mapa de assentos do respetivo tipo de aeronave, no site da companhia aérea.

Sobretudo em viagens de longo curso, vale a pena a pequena taxa extra – mas lembre-se de fazer a reserva atempadamente. Nas viagens de autocarro normalmente também é possível fazer uma reserva de lugar. Por uma pequena taxa extra poderá, por exemplo, garantir um lugar com mesa, ou logo na primeira fila de assentos. Também aqui vale a pena estudar o mapa de assentos do autocarro e reservar atempadamente.

Mulher desfazendo o saco de viagem

Ginástica em espaço confinado durante a viagem

Ginástica a bordo – quatro exercícios que mantêm as suas pernas em forma e previnem uma trombose do viajante

Pode fazer todos estes exercícios sentado/a no seu lugar.

Exercício de ginástica a bordo - Número 1


Levante os calcanhares e pressione as pontas dos pés no chão para aumentar a tensão nas pernas. Em seguida, volte a apoiar-se para trás sobre os calcanhares e pressione-os no chão. Repita várias vezes.

Exercício de ginástica a bordo - Número 3


Levante os pés e faça-os rodar várias vezes para a direita e para a esquerda.

Exercício de ginástica a bordo - Número 2


Levante alternadamente o joelho direito e o esquerdo. Balance cada pé para trás e para frente, no ar, sem mover o joelho. Repita conforme queira.


Exercício de ginástica a bordo - Número 4


Aponte os pés para a frente, com as pernas ligeiramente afastadas. Sacuda as pernas.

Chegar descontraído/a: Sugestões para grandes viagens de carro

  • – O vestuário adequado é importante. Deve ser confortável e arejado, sem apertar nem contrair.
  • Pense nas suas meias de viagem – também nas viagens de carro podem prevenir o risco de trombose do viajante.
  • – Antes e depois de cada viagem coma apenas refeições ligeiras e leve consigo um a dois litros de água mineral ou chá sem açúcar, por pessoa.
  • – Ao volante, vá variando frequentemente a sua postura, por exemplo, apoiando-se ocasionalmente na região lombar. Desse modo evitará as dores nas costas.
  • – Não conduza durante mais de duas horas seguidas de cada vez. Em seguida, descanse cerca de 15 minutos e vá intervalando com alguns exercícios de relaxamento.

Conselhos para mais conforto e bem-estar em viagens de férias e de negócios

Quando demora um pouco mais…

Ícone - Avião
Voos de longo curso

Por muito que o seu destino seja de sonho – estar sentado/a dez ou mais horas num avião pode ser uma verdadeira angústia. É bom quando se sabe usar o tempo com sensatez e se pode manter a boa forma.  

  • O cinema a bordo exibe continuamente filmes que já conhece ou que acha aborrecidos? Evite esta situação carregando a sua série favorita no seu tablet ou portátil. É melhor ter várias temporadas ao mesmo tempo, para cobrir o voo de regresso. Os audiolivros e os eBooks também ajudam a passar o tempo. E não se esqueça do carregador.

  • Uma máscara para dormir e tampões para os ouvidos ajudam a manter um sono razoavelmente tranquilo. É melhor experimentar em casa quais os modelos que oferecem uma boa proteção contra a luz e o ruído e que são confortáveis de usar. 

  • A maioria das companhias aéreas oferece um pequeno conjunto de escova e pasta de dentes nos voos de longo curso. Se uma "lavagem à gato", à noite ou de manhã, não é suficiente para si, guarde os seus produtos de higiene favoritos na sua bagagem de mão. Em especial, guarde um creme bem hidratante contra o ar seco da cabina. À chegada, irá sentir-se muito mais fresco/a e relaxado/a.   

Ícone - Comboio
Viajar de autocarro e de comboio

Ambos os meios de transporte gozam de grande popularidade – os autocarros devido aos baixos preços e muitas ligações, o comboio por causa do conforto e da velocidade. 

  • Ao reservar um hotel, tem, naturalmente, de prestar atenção às "estrelas" – nos autocarros também há essa classificação. Os autocarros de três, quatro e cinco estrelas diferem entre si quanto ao equipamento e ao espaço disponível. Os autocarros de cinco estrelas, por exemplo, garantem pelo menos 81 cm de espaço entre os assentos, encostos ajustáveis, apoio de pés, WC e ar condicionado.    

  • Nas viagens de comboio, os assentos de quatro lugares com mesa são especialmente populares entre as famílias. Pais e filhos sentam-se frente a frente e podem fazer jogos, ler e comer sobre a mesa. No entanto, os viajantes solteiros que gostam de dispor de espaço para as pernas é melhor não se sentarem a uma mesa nem ir para um compartimento. Um lugar na carruagem normal, junto ao corredor, proporciona o máximo de espaço de movimento e pode ser reservado online (tal como todos os restantes lugares).    

  • Aqueles que fogem das enchentes nos comboios nos períodos de maior afluência, devem consultar os preços económicos na 1.ª classe. Aos fins de semana, que raramente são utilizados para viagens de negócios, é frequente os bilhetes serem muito mais baratos. O pequeno suplemento para a 2.ª classe vale a pena, porque a 1.ª classe oferece um serviço melhor, melhores assentos, mais espaço e também mais sossego.

Ícone - Automóvel
Grandes viagens de carro 

Para uns, conduzir um carro é algo stressante; para outros, é um prazer: sem companheiros de viagem aborrecidos, uma boa conversa e comida a gosto.

  • Uma boa preparação ajuda a uma viagem sem complicações. Para isso, obtenha as previsões do trânsito e informação atualizada sobre obras de construção, dos clubes automobilísticos, planifique rotas alternativas e reserve com antecedência o dinheiro para as portagens. Deste modo, evitará tempos de espera nas portagens.
       
  • Faça da sua viagem uma experiência culinária: Prepare um cesto de piquenique com umas comidas leves e saudáveis e umas bebidas frescas, para se manter em forma e não sobrecarregar o corpo. Se calhar até já pensou em algumas especialidades para o seu destino de viagem? Descanse em locais pitorescos e tranquilos, em vez daquelas áreas de serviço das autoestradas, frequentemente concorridas.

  • Procure um bom entretenimento pelo caminho! A sua emissora de rádio local fica rapidamente mais fraca depois de passar a fronteira. Leve consigo a sua música favorita e uns quantos audiolivros emocionantes. E verá como o tempo voa ao volante.