Falta de liberdade de movimentos em aviões

Trombose das viagens

 

No avião, no automóvel ou no comboio – as pernas encontram-se num espaço limitado e, durante as viagens, têm pouca liberdade de movimento. Aumenta assim o perigo de trombose de viagem – sobretudo se mantiver a posição sentada durante mais de quatro a cinco horas e não puder estender ou movimentar suficientemente as pernas.

Fluxo sanguíneo retardado

 

A trombose de viagem é um coágulo sanguíneo que se forma nas veias das pernas e provoca obstrução dos vasos. Isto ocorre especialmente durante voos de longo curso, mas também durante longas viagens de automóvel ou de comboio. As causas desta trombose durante viagens são a posição sentada e apertada durante muito tempo, com os joelhos flectidos e a falta de movimento. Deste modo, o fluxo sanguíneo é retardado, o sangue fica congestionado, aumentando a possibilidade de formação de um coágulo que, se obstruir os vasos, provoca uma trombose.


Se for esse o caso, a perna afectada incha e dói, podendo a pele adquirir uma coloração azulada ou avermelhada. Apesar de estes sintomas não ocorrerem em todas as pessoas, o facto em si pode, no entanto, produzir uma lesão dos vasos, ou até uma embolia pulmonar, situação que, por vezes, é mortal. Se após uma viagem mais longa tiver estes sintomas ou sentir falta de ar, procure de imediato um médico.

Previna-se

 

Use meias de compressão, que suportam as veias no transporte do sangue de volta ao coração. Graças à pressão a partir do exterior, as meias de compressão aliviam as pernas, evitando dessa forma que as pernas inchem durante uma viagem mais longa, reduzindo o risco de trombose.

O «Programa da viagem» – Apoio para as suas veias


Estar sentado durante mais de cinco horas, aumenta seriamente o risco de trombose. A melhor proteção é a compressão das veias.

  1. Nas viagens de avião, levante-se e caminhe de um lado para o outro no corredor, fazendo regularmente exercícios com os pés.
  2. Nas viagens mais longas de automóvel, pare de duas em duas horas e caminhe um pouco, para aliviar as pernas.
  3. Procure manter uma posição sentada correta. Alivie as coxas através de um apoio para os pés.
  4. Tire os sapatos e caminhe um pouco descalço.
  5. Beba, beba e beba: pelo menos dois litros de água, chá ou sumo de fruta por dia.
  6. Use meias de compressão da Juzo. Aconselhe-se com o seu médico ou numa loja especializada em artigos medicinais.